Configuração do Banco e Criação do Projeto: Gerando XLS a partir de uma Tabela – Parte 1

Olá pessoal, neste artigo veremos como gerar um arquivo XLS (que pode ser aberto no Excel) a partir de uma determinada tabela, em Windows Forms com a linguagem C# e o banco de dados SQL Server. Acompanhem:

 Introdução – A ideia deste artigo é a de, a partir de uma tabela determinada pelo usuário, gerar o XLS dela para que a mesma possa ser aberta no Excel (tendo em vista que o usuário saiba exatamente o nome do Servidor, do Database e da Tabela), usando como base uma videoaula do Luiz Maia.

Dito isto, usaremos o banco de dados de exemplo da Microsoft Northwind. Se você não o tem instalado em seu SQL Server, baixe por aqui. Depois de baixado e instalado, você deve anexar o Northwind à sua instância local do SQL Server.

Para isso, abra seu SQL, clique com o botão direito em Databases e clique em Attach…;agora clique em Add e vá na pasta C:\SQL Server 2000 Sample Databases, escolha o arquivo NORTHWND.MDF, clique em OK duas vezes e aguarde. Note na Figura 01 que o banco foi criado:

Figura 01 – Database Northwind.

 Aproveite para “fuçar” o banco, visualizando suas Tabelas, Procedures e Views. Esse banco é muito útil, assim como o AdventureWorks, também de exemplo da Microsoft.

Antes de criar o projeto, devemos criar a conexão entre o Visual Studio e o Northwind. Para quem usa Windows 7 (como é o meu caso) o Visual Studio deve ser executado como administrador. Ainda sem projeto criado, abra a janela Server Explorer, clique com o botão direito em Data Connections e clique em Add Connection. Na nova tela, selecione seu servidor SQL, escolha o database Northwind e clique em OK.

Crie um projeto do tipo Windows Forms, dando a ele o nome de TableExport. No form que se abrir, adicione alguns controles para que o mesmo fique como visto abaixo, na Figura 02:

Figura 02 – Tela do Gerador de XLS.

 Veja abaixo a sugestão dos ID’s de cada controle que usarei neste exemplo:

  • Button – btnGerarXLS e btnAbrirXLS;
  • TextBox txtServidor, txtDatabase, txtTabela e txtArquivo;
  • Label – lblServidor, lblDatabase, lblTabela e lblArquivo.

 Finalizando, vá ao sourcecode e declare os namespaces System.Data.SqlClient e System.IO, responsáveis pelas classes do SQL Server e classes para manipular texto, respectivamente, que iremos usar na próxima parte de nosso artigo:

using System.Data.SqlClient;
using System.IO;

 Assim finalizo o artigo. Na próxima e última parte faremos toda a codificação necessária e veremos o resultado com a aplicação rodando, não percam!

 Créditos à Luiz Maia, que fez as videoaulas e ao Portal Linha de Código, por onde pude baixá-las (mediante assinatura), estudá-las e posteriormente fazer este artigo.

 Um abraço, e até o próximo artigo.

 Wellington Balbo de Camargo

wellingtonbalbo@gmail.com

Expresse sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s